Faz mal tragar cigarro eletrônico?

Ainda existem muitas pessoas que não conhecem muito bem o mundo dos cigarros eletrônicos e dos vaporizadores a fundo. E é normal que elas tenham dúvidas — entre elas, se o cigarro eletrônico pode tragar.

Se você é uma dessas pessoas, então leia o texto que o Clube do Vapor trouxe para você! Nos tópicos abaixo, vamos explicar como tragar o vape e tudo mais que você precisa saber sobre como fumar seu pod, Confira!

O que são os cigarros eletrônicos?

Os cigarros eletrônicos, também conhecidos como vapes, são dispositivos criados com o objetivo de simular a sensação de fumar um cigarro comum. A diferença é que o dispositivo não vem acompanhado daquela fumaça oriunda da queima — que é substituída pelo vapor.

Os vapes podem ou não conter nicotina. Mas diferentemente dos cigarros comuns, eles não possuem alcatrão e monóxido de carbono, que estão entre as principais substâncias que causam problemas de saúde, como câncer de pulmão e em outros órgãos.

Entretanto, vale ressaltar que os cigarros eletrônicos não são isentos de riscos à saúde. Por não conter essas substâncias, eles tendem a ser menos prejudiciais do que o cigarro convencional. Entretanto, isso não significa que não existam riscos na sua utilização.

Esse agravante pode acontecer, em especial, nos cigarros eletrônicos que usam a nicotina misturada ao juice. Isso porque, durante o processo de aquecimento, ela pode se quebrar, transformando-se em outras substâncias que podem ser tóxicas.

Vale destacar, ainda, que ao contrário do cigarro normal, o cigarro eletrônico tende a ser menos prejudicial para a sua saúde.

Qual é a composição do vape?

Nos vapes, a substância responsável por fazer gerar o vapor é o Juice, que é habitualmente composto por propilenoglicol.

Essa mistura pode ou não conter nicotina e costuma ser vendida em refis e armazenada em um reservatório no dispositivo, o cartucho.

O cartucho, por sua vez, está ligado a um vaporizador, que transforma o líquido em uma espécie de fumaça que pode ser tragada pelo usuário.

Entenda como tragar o vape de 4 formas diferentes

Ainda não sabe como tragar o vape? Pois entenda que, sim, é possível tragar o vapor do seu cigarro eletrônico. O dispositivo foi feito para ser tragado, como uma alternativa aos cigarros convencionais.

Entretanto, se você quiser somente sentir o sabor das essências, também não precisa levar o vapor até os seus pulmões.

Por esse motivo, existem diversas formas de se usar os cigarros eletrônicos. Confira a seguir as principais formas de uso desse tipo de dispositivo e tragar o vape de acordo com as suas preferências!

Mouth To Lung (MTL)

A forma Mouth To Lung (MTL), ou, em português, Boca Para o Pulmão, é a forma tradicional de se tragar um cigarro comum. Apesar de também ser possível de aplicar em vapes.

Nessa forma de fumar, você puxa a fumaça, coloca-a na boca, e então inspira a fumaça para dentro dos pulmões.

Nos cigarros convencionais, é assim que a maioria dos fumantes dá suas tragadas. No vape, entretanto, a mecânica é um pouco diferente para realizar esse tipo de tragada.

Isso porque, nos vapes tudo vai depender do Air Flow — ou o fluxo de ar do seu aparelho. O que diz respeito ao quanto de vapor vai passar no momento em que você puxa.

Nos Mods, você tem uma baixa concentração de nicotina e uma produção de fumaça muito maior. Já nos Pods, você tem uma produção de vapor muito menor e uma concentração de nicotina maior.

Se você quer um modo de fumar mais parecido com os cigarros convencionais, então o Pod é a solução para você. Por sua vez, os Mods têm um método de tragada diferente, que é o que veremos a seguir.

Direct Lung Inhale (DLI)

O Direct Lung Inhale, ou Inalação Direta Para o Pulmão, em português, é outra forma de aprender como tragar o vape. Esse método de fumar é parecido com o de respirar, em que o vapor vai direto para os pulmões.

Por isso, os aparelhos ideais para esse tipo de tragada são os Mods, já que produzem mais vapor e tem um Air Flow mais denso.

Comparado ao MTL, a Inalação Direta para o Pulmão dá uma sensação mais “cheia” e, teoricamente, mais satisfatória, apesar de isso ser relativo.

Inalação híbrida

A inalação híbrida, por sua vez, é a junção dos dois métodos de fumar. Ou seja: é uma técnica que envolve, primeiro, a aplicação do MTL e em seguida para o método DL.

A boca é preenchida pelo vapor, primeiramente, e quando for realizada a inalação, ela é feita com o mod ainda acionado. Assim, você puxa o vapor pela boca e também diretamente do atomizador, o que une um pouquinho de cada estilo.

No geral, esse meio de aprender como tragar o vape é mais usado para experiências. Por exemplo: para quem deseja experimentar e testar novos juices. Afinal, ao aplicar os dois métodos, você concentra as características do juice no interior da boca, e então leva o vapor para os pulmões.

Ideal, então, para quem está começando e está à procura de novas formas para ter boas experiências com o vape.

Inalação Francesa

A inalação francesa é um dos truques mais antigos dos fumantes, por isso nem pode ser considerado um método de fumar.

Ele consiste em puxar o vapor para a boca e expeli-lo lentamente pelo nariz, de onde é inspirado novamente.

Ou seja: ao vaporar, você traga o vape normalmente, puxando o ar e o vapor pela boca. Ao expeli-lo, contudo, você fecha a boca e solta o ar pelas narinas, expulsando o vapor pelos orifícios nasais.

Afinal, qual a forma para tragar o vape escolher?

Como você já deve saber, não há um jeito certo para tragar o vape. No geral, essas experiências estão profundamente relacionadas com as preferências de cada Vaper.

Não à toa, existem todo tipo de acessórios, dispositivos e juices, até, que certamente podem se adaptar às suas características.

Contudo, nossa grande dica é: experimente tudo. Avalie a sensação de um MTL e a sua reação ao praticar essa forma de tragar o vape.

Em seguida, prove do DL. Ao exercitar algumas vezes a manobra para executá-lo, talvez você consiga entender qual é o método preferido para as suas vaporadas.

E não deixe de praticar o método híbrido e a inalação francesa. Ambos podem ser de grande valia caso você comece a se interessar por outras habilidades ao tragar o vape.

Não tem ideia do que estamos falando? Confira os principais vape tricks que você pode fazer ao tragar o vape!

fatores que influenciam na tragada do vape

Fatores que influenciam na tragada

Além de todas as informações que já apresentamos por aqui, existem alguns fatores que influenciam na hora de tragar o cigarro eletrônico.

E esses fatores têm a ver com a sua própria maneira de expirar, mas, também, conforme a configuração do seu dispositivo. Lembre-se, inclusive, que as suas experiências podem — e devem — ser personalizadas para adquirir o máximo de alinhamento com o seu perfil.

Algo que passa, também, pela maneira com a qual você aprende como tragar o vape.

Então, vamos com calma e parte a parte. Tudo porque vamos falar detalhadamente para você entender, definitivamente, como tragar o vape. Confira:

Expiração

A expiração é muito importante na hora de vaporar. Isso porque, ela aumenta muito o senso de olfato e a percepção do vapor e do sabor.

Ela também serve para aquelas pessoas que querem aproveitar mais a nicotina. Afinal de contas, algumas pesquisas já indicaram que a nicotina é melhor absorvida pelas membranas do nariz do que pelo pulmão.

Drip Tips

As Drip Tips, por sua vez, são estilos de vaporar. Elas podem ser maiores ou menores, com um airflow próprio, ou mesmo mais abertas ou mais fechadas.

Tudo vai depender de como você vai configurar o seu cigarro eletrônico para atingir métodos de tragada que se adequem ao seu estilo e gosto pessoal.

Conclusão

Como vimos, você pode sim tragar o cigarro eletrônico, justamente porque ele foi criado como um método para substituir os cigarros tradicionais sendo menos agressivo para a saúde.

Como ele não contém substâncias como o alcatrão e o dióxido de carbono, o efeito do vapor tende a ser menor no organismo. Entretanto, isso não significa que ele não tenha seus riscos.

Existem diversas formas de tragar com o cigarro eletrônico. O MTL, o DLI, a Inalação Híbrida e a Inalação Francesa.

Escolha qual é a melhor para o seu estilo, e lembre-se de sempre prestar atenção na expiração do vapor e nas drip tips.

Leia também:

Comentários ()

A história do Clube do Vapor

Fundada em 2017 por 2 apaixonados por Vaporizadores, o Clube do Vapor iniciou suas operações de forma pequena porém honesta. Desde o início nossa meta era de se tornar a maior Vape Shop nacional tanto no quesito de vendas, equipe e variedades de produtos.

Hoje, após muito suor e dedicação nos tornamos a maior Vape Shop nacional com a maior variedade de produtos Vape com filiais no Paraguai, China e Estados Unidos.

Nosso intuito é de proporcionar o que há de melhor no mercado Vape à preços acessíveis com foco em um ótimo atendimento aos nossos clientes. 

Dispomos de produtos de alta qualidade, 100% originais. A Clube do Vapor não trabalha com réplicas ou clones, por isso garantimos todos os nossos produtos por 2 meses contra defeito de fabricação.

Oferecemos um atendimento personalizado a você.